Campeonato de Portugal série A

“Aqui só fala escreve/quem sabe de futebol”

Pedro Pinto antecipa a jornada deste fim de semana onde o vizela quer regressar às vitórias depois do empate em Vila Verde.

 

Saudações a todos os seguidores do Grande Área – Rádio Alto Ave, Apesar de na jornada passada não terem havido grandes surpresas, acabou por ficar marcada pelo duro golpe que o Montalegre deu às restantes equipas que lutam pela manutenção. Com esta última vitória, esta equipa cavou um fosso de seis pontos para os seus adversários diretos, o que nesta altura do campeonato, com apenas onze jogos pela frente, é bastante significativo e não será fácil de recuperar. Na luta pela subida, o Fafe acabou por ganhar dois pontos ao Vizela e ao Vilaverdense que empataram entre si, mantendo-se tudo em aberto apesar das diferenças pontuais entre estas três equipas. O empate acabou por beneficiar mais o Vizela do que o Vilaverdense, já que permitiu ao líder conservar essa vantagem, perdendo o Vilaverdense uma excelente oportunidade de reduzir a diferença pontual, para além de ter visto a distância para o segundo lugar aumentar para cinco pontos. Esta próxima jornada vai abrir com um jogo entre duas equipas da AF Braga, Arões e Vilaverdense, que se encontram em lutas diferentes mas que estão ambas proibidas de perder mais pontos. De resto, também o Vizela x S. Martinho será sem dúvida um teste difícil para o líder do campeonato, e o Mirandela x Merelinense um jogo muito interessante entre duas equipas que têm os mesmos pontos. Quanto ao Torcatense e ao Fafe, jogarão ambas no seu terreno, e a Oliveirense desloca-se a Mondim de Basto. 20ª Jornada

Arões – Vilaverdense

Jogo entre duas equipas da AF Braga que lutam por objetivos diferentes, mas que estão ambas proibidas de perder mais pontos caso queiram manter-se dentro dos objetivos propostos. O Arões vem de uma derrota pesada em Merelim, mas pior do que ter perdido um jogo que já se previa difícil, foi ter visto o Montalegre vencer e aumentar para seis pontos a distância para os lugares de manutenção. Não será nada fácil esta equipa conseguir manter-se nesta divisão, ainda por cima nos próximos jogos vai encontrar pela frente as equipas mais fortes deste campeonato. Quanto ao Vilaverdense, não conseguiu mais do que um empate contra o líder do campeonato, perdendo uma excelente oportunidade de reduzir a diferença pontual, com a agravante de ter visto a distância para o segundo lugar aumentar para cinco pontos. Vê-se neste momento pressionado para não perder mais pontos uma vez que o Fafe está numa forma fantástica, é claramente favorito para este jogo, mas um passo em falso pode colocar esta equipa em maus lençóis.

Torcatense – Atl. Arcos

O Torcatense vem de um empate algo dececionante frente ao último classificado, mas continua a ocupar uma posição bastante tranquila na tabela, apesar de não poder ainda de maneira nenhuma relaxar, uma vez que a manutenção ainda não está garantida. Joga agora na condição onde é mais forte e onde conquistou a esmagadora maioria dos seus pontos, que é no seu terreno, onde tem um registo muito bom com apenas uma derrota até ao momento. Já o Atl. Arcos vem de uma derrota contra um candidato à subida, num jogo onde ainda chegou a estar em vantagem, e com a vitória do Montalegre viu a distância para a linha de água aumentar para nove pontos, o que com apenas onze jogos pela frente para poder recuperar não será com certeza uma tarefa nada fácil. A partir de agora a margem de erro é praticamente nula, e esta difícil deslocação será um grande teste à capacidade de superação desta equipa.

Montalegre – Minas Argozelo

O Montalegre está a fazer uma recuperação notável. Ainda esteve em desvantagem no marcador mas voltou a ganhar, pela quinta vez nos últimos seis jogos, aumentando para seis pontos a distância para os lugares de despromoção, deixando os seus adversários diretos numa situação bastante difícil. Depois de ter feito uma primeira volta muito atribulada, esta equipa ocupa agora uma posição muito mais confortável, e uma vitória neste jogo será um passo de gigante rumo à manutenção. O Minas Argozelo conquistou na jornada passada um ponto contra uma boa equipa, reforçando novamente a imagem positiva que tem deixado, apesar da posição que ocupa. A descida de divisão é praticamente certa, mas têm provado semana após semana ser uma equipa muito combativa, inclusivamente nos últimos três jogos conquistaram quatro dos sete pontos que têm no campeonato.

Fafe – Bragança

O Fafe vem de nova vitória, conseguida já nos minutos finais e depois de ter estado em desvantagem, e acabou assim por ganhar dois pontos ao Vizela e ao Vilaverdense que empataram entre si. Esta equipa continua numa forma fantástica, com oito vitórias nos últimos nove jogos e uma vantagem de cinco pontos para o terceiro classificado. Já o Bragança não conseguiu segurar a vantagem frente ao Mondinense, sofrendo o golo do empate já na reta final, e, com a vitória do Montalegre, acabou por se atrasar muito na luta pelos lugares que pretende. Continua por isso em zona de despromoção, de onde ainda não conseguiu sair desde o início da competição, mas agora a uma distância de seis pontos da linha de água. Com apenas onze jogos pela frente não será tarefa fácil recuperar, e esta deslocação a Fafe será sem dúvida um teste duro, contra um adversário mais do que favorito e que atravessa um excelente momento.

Mondinense – Oliveirense

Apesar de ter conquistado um ponto em Bragança, o Mondinense acabou por sofrer um golpe nas suas aspirações, devido à vitória do Montalegre que os deixou onze pontos abaixo da linha de água. A verdade é que após a alteração no comando técnico esta equipa conquistou quatro pontos em dois jogos, mas continua com uma missão extremamente difícil pela frente, com a agravante de jogar nos próximos jogos contra as melhores equipas da prova. A Oliveirense também já viveu melhores dias, voltou a perder e já não ganha há cinco jogos, apesar de manter uma vantagem relativamente tranquila de sete pontos para os lugares de despromoção. De qualquer forma esta é uma equipa que ambiciona sempre mais, que quer terminar o campeonato numa posição melhor do que a que ocupa neste momento, e agora vai encontrar pela frente um Mondinense desesperadamente à procura de pontos, que lhes vai com certeza dificultar muito a vida.

Vizela – S. Martinho

Um dos jogos mais interessantes da jornada, que será sem dúvida um teste difícil para o líder do campeonato. O Vizela vem de um empate em Vila Verde, que acaba por ser um bom resultado já que lhes permitiu conservar a vantagem sobre o terceiro classificado, mesmo tendo em consideração que jogaram toda a segunda parte com mais um jogador. Apesar da vitória do Fafe, continuam também com uma vantagem de seis pontos para o segundo lugar, e acima de tudo continuam na liderança e ainda invictos no campeonato. Também o S. Martinho vem de um empate, numa deslocação difícil a Pedras Salgadas, alcançado já na parte final depois de ter estado em desvantagem. Mantêm assim o quarto lugar, juntamente com mais duas equipas. Apenas perderam uma vez nos últimos nove jogos, o que diz bem da sua qualidade, e, apesar de se deslocarem ao terreno do primeiro classificado, não têm nada a perder e prometem dificultar bastante a vida ao Vizela.

Mirandela – Merelinense

Outro dos jogos mais interessantes da jornada, entre duas equipas que têm os mesmos pontos e que vêm ambas de uma vitória. O Mirandela vem de uma excelente vitória, a quarta nos últimos cinco jogos, alcançada contra um adversário difícil. Com este resultado subiram ao quarto lugar, em igualdade com mais duas equipas, afastando-se definitivamente dos lugares incómodos por onde andaram desde o início do campeonato. Voltam a jogar agora na condição onde se sentem mais confortáveis e são mais fortes, que é no seu terreno, onde até ao momento apenas perderam com o Vizela. O Merelinense também vem de uma vitória categórica, por números significativos, mas continua ainda a dez pontos do segundo lugar e por isso com poucas hipóteses de ainda sonhar com a subida de divisão. Esta época fica marcada por demasiados altos e baixos, onde após um início menos bom conseguiram fazer uma recuperação notável até chegarem aos lugares de subida, mas depois acabaram por perder o fulgor e cair para o meio da tabela. De qualquer forma, esta deslocação a Mirandela será um desafio extremamente difícil, e garantidamente um grande espetáculo.

Câmara de Lobos – Pedras Salgadas

O Câmara de Lobos acabou por ser a equipa que sofreu a derrota mais amarga da jornada anterior. Por dois motivos: em primeiro lugar porque esteve em vantagem e acabou por perder, e, em segundo lugar, porque perdeu com a primeira equipa acima da linha de água, o que significa que podia ter reduzido a distância do seu objetivo para apenas um ponto, e acabou por vê-la aumentar para sete. Se a manutenção já era um objetivo difícil, agora as possibilidades ficaram muito mais remotas. Também o Pedras Salgadas não conseguiu segurar a vantagem frente ao S. Martinho, acabando por conquistar apenas um ponto e perder a oportunidade de ultrapassar o seu adversário e isolar-se no quarto lugar. Esta equipa continua à procura de melhorar a sua classificação, mas nos últimos sete jogos apenas conseguiu ganhar uma vez e esta longa deslocação à Madeira também não será com certeza um jogo fácil. Obrigado a todos, bons jogos e bom fim-de-semana.

 

Pedro Pinto