Ermal ganha praia de “Qualidade Ouro”

À semelhança dos anos anteriores, a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza identifica, de acordo com critérios estabelecidos pela própria Associação, as águas balneares em Portugal classificadas como tendo “Qualidade de Ouro”, com base na informação pública oficial disponibilizada pela Agência Portuguesa do Ambiente, e tendo apenas em consideração as análises efetuadas nos laboratórios das diferentes Administrações Regionais Hidrográficas.

Para a época balnear de 2018, a Quercus identifica assim 390 praias com “Qualidade de Ouro” em Portugal – menos 6 do quem 2017 – num total de 640 praias. Das praias identificadas, 342 são praias costeiras, 39 são praias interiores e 9 são de transição.

Em comparação com 2017, há menos 9 praias costeiras galardoadas, existem mais 3 praias interiores e igual número de transição. Nos Açores foram distinguidas 39 praias (mais uma em relação a 2017), na Madeira foram distinguidas 19 praias (igual a 2017), e em Portugal continental 332 (menos 7 do que em 2017). O concelho com maior número de praias com “Qualidade de Ouro” é Albufeira com 22 praias, seguido de Almada com 17, Vila Nova de Gaia com 16, Vila do Bispo com 13, e Torres Vedras com 12.

Para receber a classificação de praia com “Qualidade de Ouro”, a água balnear tem de respeitar os seguintes critérios:

Qualidade da água Excelente nas 5 últimas épocas balneares, de 2012 a 2017.

No distrito de Braga, Cabeceiras de Basto perdeu nesta lista da Quercus “qualidade” na praia fluvial de Cavez. Já Vieira do Minho viu o Ermal ganhar o título de praia “Qualidade Ouro”.

No que diz respeito às restantes praias, começando pelas do interior, Alqueirão (Terras de Bouro), Verim (Póvoa de Lanhoso) e Cavalinho(Braga) continua a ter “boa água”. De destacar que a praia de Adaúfe, apesar de ter bandeira azul, a qualidade da água “não entra ainda nos critérios exigidos”