Novo ano Escolar 2018 /2019

Já arrancou o novo ano Escolar 2018 /2019 para os alunos da Educação Pré-escolar e do Primeiro Ciclo do Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo.

A recepção aos alunos  do pré-escolar decorreu no dia 12 de Setembro, enquanto que a recepção aos alunos do 1º ciclo decorreu, ontem, dia 13 de Setembro nas Escolas Básicas Domingos de Abreu, de Guilhofrei, de Rossas e Centro Escolar do Cávado, tendo contado com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso.

Na recepção aos alunos, o presidente da Câmara Municipal para além de dar as boas-vindas aos estudantes, apresentou também o seu agradecimento pessoal a cada um dos professores, funcionários e encarregados de educação que todos os dias enfrentam o desafio e se dedicam à construção de uma Educação de qualidade no Município de Vieira do Minho.

No final, o autarca Vieirense desejou um óptimo ano lectivo para toda a comunidade escolar.

A recepção aos alunos do 2º 3ª de Ensino Básico e do Ensino Secundário irá decorrer, hoje, dia 14 de Setembro na EB\S Vieira de Araújo.

De salientar que a Autarquia Vieirense continua a apostar fortemente na educação, no sentido de tornar a Escola um lugar mais atractivo, promover a inclusão social, e contribuir para o sucesso escolar das crianças do Concelho.

Neste sentido, a Autarquia Vieirense está a oferecer os manuais de apoio a todos os alunos do 1º ciclo, bem como a disponibilizar a Bolsa de Manuais do 7.º ao 12º ano, em complemento com a acção social escolar.

Para o Município de Vieira do Minho continua a ser prioritário garantir a igualdade de condições e de oportunidades, bem como reduzir os encargos económicos das famílias com a Educação, por isso concede um conjunto de apoios, entre os quais se destaca, ainda, a oferta das refeições aos alunos do Pré-escolar e 1º ciclo, bem como o transporte de todos os alunos do Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo.

Trata-se de um conjunto de medidas de grande alcance social que, para além de aliviar os orçamentos das famílias com a Educação, assume-se também como um incentivo à fixação da população no concelho.