Rally de Portugal Histórico com passagem no Concelho de Vieira do Minho

Esta prova tem passagem pelo Concelho de Vieira do Minho no dia 4 de Outubro Quinta-feira pelas 8h30 aproximadamente, esta prova vem da cidade de Braga irá passar por Vieira do Minho – Cantelães – Serradela e Zebral

Miki Biasion e Stig Blomqvist em Lancia Delta Integrale e Audi Quattro regressam aos antigos troços do Rally de Portugal. Lousada com estreia especial e passagem por Fafe na edição deste ano.

A 13ª edição do Rally de Portugal Histórico, uma das mais exigentes provas de regularidade histórica da Europa, vai para a estrada entre 2 e 6 de outubro. Este ano, com nomes de peso: Miki Biasion e Stig Blomqvist ao volante de um Lancia Delta Integrale e de um Audi Quattro. Pilotos e máquinas que marcaram a história dos ralis e que regressam aos troços do Rally de Portugal dos anos 70 e 80.

A passagem noturna pelos troços de Sintra, a 5 de outubro, vai ser aberta por Miki Biasion, bi-Campeão do Mundo e vencedor de três edições do Rally de Portugal, e o Campeão do Mundo Stig Blomqvist que vão rodar aos comandos de um Lancia Delta e de um Audi Quattro, respetivamente. No dia seguinte, os dois pilotos alinham também no Slalom do Autódromo do Estoril perante os milhares de adeptos esperados naquele circuito.

Outra novidade desta edição é a especial de Lousada, onde se realiza a Prova de Regularidade por Setores, no Euro Circuito, seguida de uma assistência em Fafe.

Mas a prova tem muito mais atrativos, já que este ano se insere no programa do Estoril Classics Week. Depois da tradicional partida dos Jardins do Casino Estoril rumo à Figueira da Foz, a segunda etapa leva as 87 equipas em competição no rally a Braga, junto à Câmara Municipal.

Ao terceiro dia, o pelotão passa por Lamego para mais uma especial na Rampa da Nossa Senhora dos Remédios e termina com o Controlo Horário junto à Câmara Municipal de Viseu. Sexta-feira é dia de as equipas rumarem aos Jardins do Casino Estoril, onde chegam de madrugada, depois de várias classificativas como a Rampa de Montalto, o Kartódromo dos Milagres e a noite de Sintra, sempre repleta de milhares de fãs. A prova termina no sábado, dia 6, com outra estreia: o regresso do Slalom do Autódromo do Estoril ao Rally de Portugal, etapa marcante nas edições dos anos 70 e 80.

Na edição de 2018 participam 87 equipas de 13 nacionalidades com carros fabricados entre 1946 e 1985. Cumprem quase dois mil quilómetros, 600 dos quais em regularidade, organizados em quatro etapas com mais de 40 especiais e que atravessam 78 concelhos do País.