Famílias recebem abono extra este mês. Chega a 974 mil crianças e jovens

O Governo vai pagar neste mês de setembro um abono de família extra no âmbito das medidas de resposta à crise gerada pela pandemia da Covid-19. Trata-se, assim, de uma prestação complementar que a tutela estima que chegue a 974 mil crianças e jovens.

Quem tem direito a receber? De acordo com a Segurança Social, têm direito os beneficiários que “sejam titulares de abono de família, cujos valores correspondam aos 1.º, 2.º e 3.º escalões de rendimentos do agregado familiar e completem 16 anos, inclusive, até 31 de dezembro de 2020”.

Esta prestação é cumulável? Ainda segundo o organismo, esta prestação complementar é cumulável com o “abono de família correspondente aos 1.º, 2.º e 3.º escalões de rendimentos e o montante adicional a atribuir no mês de setembro”, esclarece.

Qual é o valor a receber? “O montante da prestação complementar é igual ao valor do abono de família correspondente ao estabelecido para aqueles escalões para crianças e jovens com idade superior a 72 meses”, esclarece ainda a Segurança Social.

Importa ainda sublinhar que esta prestação extra será atribuída sem necessidade de a requerer e é uma das medidas previstas no Plano de Estabilização Económica e Social, apresentado pelo Governo no início do mês de junho.