Tomada de Posse da Comissão Política do PS de Vieira do Minho

Decorreu no dia 17 de Fevereiro, a sessão de tomada de posse da nova Comissão Politica Concelhia do Partido Socialista de Vieira do Minho. A sessão contou com a presença do presidente da Federação do PS, Eng. Joaquim Barreto e da deputada da Assembleia da República, Dr.ª Palmira Maciel.

A Comissão Política do PS de Vieira do Minho é agora liderada por Vânia Cruz e composta por Filipe de Oliveira, Aurora Marques, José Fernandes, Rui Mangas, Isabel Moreira, Narciso Rodrigues, Domingos Cerqueira, Clara Malainho, Manuel Fernando Cruz, Sameiro Carvalho, Fernando Silva, Leonel Pereira e Eduarda Lopes.

“ Inicia-se hoje um novo ciclo para o Partido Socialista e o nosso maior desafio é reconciliar o PS com os Vieirenses”, referiu a nova Presidente do PS de Vieira do Minho.

A nova presidente da Comissão Política referiu que pretende corporizar um projeto voltado para o futuro, mas que tem em conta o passado que emana das pessoas. “ Queremos ouvir as pessoas, queremos o debate de ideias e a diversidade de opiniões, por isso, convido todos os militantes e simpatizantes do PS para um Plenário no próximo dia 3 de Março”, mencionou Vânia Cruz.

O presidente da Federação do PS de Braga, Eng. Joaquim Barreto referiu a importância de respeitar o legado deixado e de o PS de Vieira do Minho se manter unido para construir um projeto forte para o futuro.

Agradeceu o apoio da Concelhia de Vieira do Minho na sua recandidatura à Federação de Braga e prometeu ser sempre um defensor dos ideais do Partido Socialista.

Por último, destacou a necessidade de voltarem a debate temas como a descentralização e a reforma administrativa das freguesias.

Este mandato tem a duração de 2 anos.

Pró-Nacioanal AF Braga

A antevisão das muitas partidas para este fim de semana pelos treinadores Pró-Nacional.

Antonio Carvalho treinador do CC Taipas, Carlos Viana treinador da AD Esposende, Filipe Gonça treinador do GD Porto D´Ave via escrita fizeram a antevisão dos jogos, esperando dificuldades e definindo os objetivos com a conquista dos três pontos. As declarações de Miguel Veiga treinador do Águias da Graça e de João Pedro Coelho treinador do Joane estarão disponíveis na página na manha de sábado.

Miguel Paredes – Vieira SC

Armando Jorge – A. Urgeses

Hugo Santos – AD Ninense

Roger Bastos – GD Prado

Nelson Silva – CCD Sta Eulália

Alberto Fernandes – SC M. Fonte

Miguel Magalhães – Forjães SC

Ricardo Teixeira – Brito SC

Pró-Nacional AF Braga

“Aqui só fala/escreve quem sabe de futebol”

Gonçalo Moreira treinador de futebol antecipa a jornada para a Grande Área – Rádio Alto Ave

“Cumprimentos a todos os leitores e seguidores do “Grande Área”.

A jornada 23 poderá ter repercussões diretas em todas as frentes. Se no topo, há um confronto direto entre o São Paio e o Brito, na luta pelo 3º lugar, também o Maria da Fonte, vai a Taipas e caso não vença relançará para várias equipas a luta pelo título. E até ao 9º lugar, Forjães, a distância pontual para o primeiro lugar é de 10 pontos. Na manutenção, o jogo Prado – Santa Eulália poderá ter um cariz de começo da decisão muito grande para as duas equipas diretamente, e também para a equipa da Graça que procurará nesta jornada pontuar e não deixar fugir ainda mais os seus adversários. Marinhas e Serzedelo poderão jogar uma final, pois, com os jogos já referidos e caso não vençam, ficarão mais longe e animicamente muito difícil de dar a volta à situação. Mas o contrário aproximará da salvação e ganharão um novo alento. Contudo, mesmo no pior cenário, nunca se poderá dar por vencida nenhuma destas equipas que tem um historial muito rico e habituado a ultrapassar dificuldades.

Aproveitar este espaço para cumprimentar os treinadores Lininho e Tiago Cunha que abandonaram esta semana os cargos nas equipas da Graça e Pevidém respetivamente. Treinadores de qualidade e provaram isso mesmo, e não é nas saídas que se perde qualidade no trabalho, daí que tenham o reconhecimento de muita gente.

Vamos às análises:

Marinhas – Forjães.

Jogo de emoções fortes, e totalmente devido à luta que cada um está neste momento e por se tratar de um dérbi onde claramente ninguém quererá ficar por baixo. No caso do Marinhas, é uma verdadeira final, se as outras ainda eram pequenas, esta tem uma responsabilidade maior. Tem de vencer para se aproximar da manutenção, dar aos seus adeptos a alegria de vencer e traze-los até ao final da época, e aproveitar que uma vitória em dérbis significa mais do que 3 pontos, e pode alavancar a equipa para patamares mais competitivos. Dar a equipa como “morta” é perigoso, porque no passado recente já foram capazes de dar a volta a situações muito complexas. O Forjães está a 3 pontos do 3º lugar, e a forma como joga qualquer jogo faz antever que não irá entrar em facilitismos, e com um foco grande na vitória. Alias, a força das equipas também se vê neste tipo de jogos, onde ganhar e ser superior tem de ser imperativo. Seguramente que Miguel Magalhães quer ser superior, quer vencer e ambicionar de forma legitima chegar ao topo do campeonato. Favoritismo para o Forjães.

São Paio D´Arcos – Brito.

Jogo da luta pelo 3º lugar, onde certamente haverá uma ambição desmedida, em quererem a vitória, e ter a vantagem de 3 pontos sobre a outra. A realidade é que a luta no topo está a ficar ao rubro, porque a diferença pontual para o 9º classificado é de apenas 3 pontos. Por saberem disso, o São Paio que em casa é fortíssimo, e aliado a um campeonato fantástico, não quererão encerrar já uma história muito boa que estão a escrever. E certamente que a derrota em Maria da Fonte, que até foram altamente competitivos e fizeram jus do lugar que ocupam, não irá vacilar na sua ambição e humildade. O Brito tem feito uma recuperação digna de registo, e em caso de vitória fixa-se no topo e à espreita para ainda entrar na luta pelo título, o que foi ambicionado desde o dia um. Jogo muito interessante com o favoritismo repartido por igual.

Prado – Santa Eulália.

Prado está mais forte, mais equilibrado e mais regular. Faz com que esteja mais seguro na tabela classificativa com 9 pontos de vantagem precisamente sobre o seu próximo adversário. Vencendo atira a vantagem para 12 pontos, e empurra cada vez mais a luta pela manutenção para as outras equipas, e dessa forma, este Prado pode ficar cada vez mais forte, já que tem uma equipa repleta de qualidade com um treinador também de qualidade. O Santa Eulália joga uma oportunidade de ouro de se aproximar da salvação, e a realidade é que nos dois últimos jogos esteve muito próximo de conseguir a vitória e deixou-a fugir nos últimos instantes. Uma coisa é certa, irá até ao último jogo lutar e ambicionar ficar nesta divisão, o que com a qualidade que tem neste momento é legítimo, e está a 6 pontos da permanência. Favoritismo para a equipa da casa, um jogo muito bom de emoções fortes e que poderá iniciar a decisão da manutenção.

Cabreiros – Águias da Graça.

OS 3 pontos neste jogo serão vendidos muito caro por cada equipa, e claramente ambas precisam dos pontos com urgência, ainda que estejam em momentos distintos. Mas a diferença pontual é de apenas 6 pontos e quem perder este jogo, fica numa posição mais frágil, sendo que o Cabreiros estará sempre mais confortável com 12 pontos de vantagem para a descida, mas em caso de vitória afasta-se de vez da luta pela permanência. Já a equipa da Graça, com a troca de treinador, esperar-se-á uma motivação redobrada e ainda para mais, com o jogo do Santa Eulália, a margem de erro é bastante curta. Favoritismo para a equipa da casa.

Porto D´Ave – Pevidém.

Independentemente do momento menos bom que as equipas estão, será sempre um jogo de qualidade que despertará curiosidade e estará muito do orgulho de cada equipa em luta. Porto D´Ave depois da vitória com o Maria da Fonte, esperava-se que desse um murro na mesa e começasse a ser a equipa que foi no inicio da época, mas perdeu de uma forma pesada com o Brito por 4-1. Mas aparte disso, está a 3 pontos do seu rival e a 6 do 3º lugar, o certamente que em casa e neste jogo quererá dar esse murro na mesa novamente. Já o Pevidém está numa série de 3 jogos sem vencer, permitindo que a equipa se atrasasse para 9 pontos para o título. Objetivo nunca escondido pelo clube que queriam, mas nesta fase, o objetivo imediato é a aproximação do top 3 e até deixando um adversário direto mais longe. Bom jogo em perspetiva, com o favoritismo repartido por igual.

Esposende – Ninense.

As duas equipas precisam dos 3 pontos, Esposende para entrar na casa dos 30 pontos e continuar a fuga aos lugares de descida, e o Ninense a 9 pontos do título mas a apenas 2 do top 3 quererá ainda aproveitar o jogo de confronto direto no topo para continuar a sua recuperação. A realidade é que este Esposende dá-se bem contra a equipa de Hugo Santos, e de uma maneira geral contra as melhores equipas deste campeonato, e muito pela sua agressividade em recuperar a bola e não deixar o controlo do jogo no seu adversário, e o Ninense que tanto gosta e que tem muita qualidade nesse processo. Jogo muito interessante pelos 3 pontos que são importantes, mas também para perceber o lado comportamental e estratégico que as equipas terão e a respetiva consequência. Favoritismo repartido por igual.

Vieira – Amigos de Urgeses.

Vieira a um ponto do primeiro lugar, e apesar de alguma irregularidade nos últimos jogos, saberá que neste jogo não há margem para facilitismo. E os Urgeses que são incansáveis na dignificação do clube na divisão estão em último e jogando contra os primeiros dignificam-se ainda mais. E fica no ar que sempre que são menosprezados, dão uma resposta devida e à altura. O favoritismo é total para a equipa da casa, que em condições normais vencerá o jogo e quererá com os 3 pontos também a demonstração inequívoca do que pretendem até ao final.

Taipas – Maria da Fonte.

Jogo grande da jornada, que poderá ter repercussões diretas na luta pelo título. O Taipas está a 9 pontos do primeiro lugar que é o seu próximo adversário, e joga possivelmente a sua última oportunidade de se aproximar e intrometer-se nesta luta. Em caso de vitória também as equipas mais distanciadas do pelotão da frente poderão se aproximar, e a luta pelo título estará relançada para mais equipas. Também, jogar em Taipas é tradicionalmente difícil, e poderá ser um dos campos que poderá roubar pontos ao líder, obviamente aliado à muita qualidade desta equipa. Já o Maria da Fonte se ultrapassar este jogo com a vitória, deixa para trás mais este adversário e pode remeter ainda mas a luta para as duas equipas no topo. E na antecâmera do jogo com o Viera, não quererá perder pontos para continuar na frente e ter essa vantagem, aliado também ao confronto direto no 3º lugar. Favoritismo repartido por igual, e um jogo muito bom.

Joane – Serzedelo.

Joane poderá ser uma das equipas que mais beneficiará com a conjugação de resultados possíveis nesta jornada, estando a apenas 3 pontos do 3º lugar e a 10 do primeiro. Nos últimos 6 jogos para o campeonato venceu 4, e parece estar a querer mostrar a forte equipa que foi no passado recente. Foi aqui dito que a lacuna era ser irregular e isso denota-se que os principais resultados negativos foram em casa, mas nos últimos jogos está a contrariar essa análise e sente-se no ar que a equipa pode entrar justamente na luta pelo topo, já que a equipa é de muita qualidade e com uma organização ofensiva fortíssima. O Serzedelo joga uma final, enquanto for matematicamente possível serão sempre finais, mas poderá aproveitar os outros confrontos pela manutenção para se aproximar da salvação. Mas, 11 pontos é uma montanha muito alta de se subir e terão de ser muito fortes para conseguirem. Favoritismo para a equipa da casa.”

Bom Jogo a todos.

G.M