Incêndio destrói antigo pavilhão da Salamondetur e autocarros em Salamonde.

O antigo pavilhão da empresa Salamondetur sediado em Salamonde no concelho de Vieira do Minho, ficou totalmente destruído pelas chamas, tudo indica na madrugada deste sábado. Ao que a Rádio Alto Ave apurou, para alem do pavilhão também 3 autocarros arderam por completo. O alerta foi dado esta manhã, a GNR de Vieira do Minho tem no local uma patrulha, a caminho está também a policia judiciaria.

 

Foto DR

Fisco avisa contribuintes que têm até 15 de Março para limpar terrenos

O Fisco está a avisar os contribuintes de que têm até 15 de Março para limpar o mato e cortar árvores nas proximidades de casas e aldeias, podendo vir a ser multados se não o fizerem.

Em colaboração com o Ministério da Administração Interna e o Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) está a enviar um e-mail a todos os contribuintes – mesmo os que não detêm terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais – sobre a “importância da limpeza de terrenos e árvores na prevenção de incêndios”.

Na comunicação, o Fisco afirma que até 15 de março “é obrigatório” limpar o mato e cortar árvores 50 metros à volta das casas, armazéns, oficinas, fábricas ou estaleiros e 100 metros nos terrenos à volta das aldeias, parques de campismo, parques industriais, plataformas de logística e aterros sanitários.

É obrigatório também limpar as copas das árvores quatro metros acima do solo e mantê-las afastadas pelo menos quatro metros umas das outras e cortar todas as árvores e arbustos a menos de 5 metros das casas e impedir que os ramos cresçam sobre o telhado.

“Se não o fizer até 15 de março, pode ser sujeito a processo de contraordenação. As coimas podem variar entre 140 a 5.000 euros, no caso de pessoa singular, e de 1.500 a 60.000 euros, no caso de pessoas coletivas. E este ano são a dobrar”, lê-se na nota.

Recorde-se que com o Orçamento do Estado para 2018 (OE2018) foi aprovado o regime excecional das redes secundárias de faixas de gestão de combustível, que define que este ano a limpeza deve ocorrer até 15 de março e que as multas serão o dobro, ou seja: até 10 mil euros no caso de pessoa singular e 120.000 euros no caso de pessoas coletivas.

O decreto-lei 124/2006, de 28 de junho, que estabelece as medidas e ações a desenvolver no âmbito do Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios, define que os “proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais, são obrigados a proceder à gestão de combustível”.

Este ano, e até 31 de maio, as Câmaras Municipais podem substituir-se aos proprietários na limpeza do mato, sendo que os proprietários são obrigados a permitir o acesso aos seus terrenos e a ressarcir a Câmara do valor gasto na limpeza, recorda o Fisco na comunicação de hoje.

Na mesma comunicação divulgada hoje, os contribuintes são aconselhados a manter-se informados sobre o risco de incêndio na área de residência, a verificar se o sistema de rega e mangueiras funciona, a limpar telhados e a colocar redes de retenção de fagulhas na chaminé.

78º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho dispõe de mais uma viatura no seu parque automóvel.
Trata-se de um veículo urbano de combate a incêndios ( VUCI 06 ) oferecido pelo Município de Vieira do Minho e que vai  dotar o concelho de melhor capacidade de resposta em situações de emergência.
Na comemoração do 78º aniversário da Associação, a vice-presidente, Elsa Ribeiro, manifestou a disponibilidade do executivo continuar a apoiar em termos logísticos, técnicos e financeiros os Bombeiros Voluntários.

Município de Vieira do Minho promove ações de sensibilização para a limpeza de terrenos florestais

A Câmara Municipal de Vieira do Minho, em parceria com as Juntas de Freguesia, a GNR e o SEPNA – Serviço de Proteção da Natureza, Ambiente e Proteção Animal, vai promover um conjunto de sessões de esclarecimento sobre a limpeza de terrenos florestais.

Estas ações de sensibilização irão decorrer em vários pontos do concelho e têm em vista o esclarecimento da população sobre as várias questões relacionadas com a gestão de combustíveis. Por imposição legal, os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que detenham terrenos à volta das habitações inseridas no espaço rural são obrigados a realizar a gestão e a limpeza de uma faixa de terreno com 50 metros de raio.

Assim, no dia 16 de fevereiro está prevista realização da primeira sessão de esclarecimento no Edifício da Casa do Povo às 20h30. No dia 17 a sessão irá decorrer no Auditório Municipal de Vieira do Minho à mesma hora. No dia 18 a sessão terá lugar no Centro Escolar do Cávado às 20h30.

O objetivo central desta iniciativa é informar a população sobre os procedimentos a adotar para o cumprimento da legislação em vigor, alertando para os benefícios das ações de gestão na proteção das edificações e para os perigos decorrentes de comportamentos menos adequados.

Vieira do Minho: Junta de Freguesia vai realizar sessão de esclarecimentos sobre limpeza de terreno

Terá lugar no próximo sábado dia 17 de Fevereiro pelas 20h30, no auditório Municipal de Vieira do Minho, uma sessão de esclarecimentos sobre a limpeza de terrenos florestais, esta sessão tem a organização da Junta de Freguesia de Vieira do Minho e terá como convidados várias entidades ligadas à protecção da floresta e do património.

Esta sessão é aberta à participação de todos.

Cabreira Rock 2018

Os interessados em participar devem formalizar as suas candidaturas até ao dia 7 de Abril de 2018 junto do Município Vieirense.

As candidaturas devem ser enviadas para a Câmara Municipal ou através do e-mail auditorio@cm-vminho.pt, e nelas devem constar três músicas convertidas em MP3, a ficha de inscrição disponível em www.cm-vminho.pt devidamente preenchida.
Ao “ Cabreira Rock” podem concorrer todas as bandas a nível nacional com projetos musicais coletivos ou individuais. Para o efeito devem apresentar três temas de sua autoria, em registo magnético, digital ou outro formato não podendo o tempo de duração exceder vinte minutos.
Juntamente com a ficha de inscrição, os trabalhos apresentados têm de ser acompanhados das respetivas letras datilografadas, com a identificação dos autores das letras e das músicas. Os temas podem ser escritos e cantados em qualquer idioma e as bandas concorrentes têm que interpretar os temas enviados na inscrição e autorizarem, no ato da participação, a gravação.
O “ Cabreira Rock”, para além de constituir uma excelente oportunidade para os jovens artistas, apresenta-se, também, como um importante vector estratégico no âmbito da promoção e divulgação do Concelho de Vieira do Minho.