Nova ponte a ligar Amares e Vieira do Minho deve estar pronta dentro de um ano

O projeto da nova ligação entre Amares e Vieira do Minho que irá substituir a Ponte do Bôco encerrada por falta de condições de segurança está pronto. O projeto está a aguardar os pareceres favoráveis da Agência Portuguesa do Ambiente e da EDP, por exemplo, para que possa ir a concurso público.

O processo está a ser liderado pelo Município de Vieira do Minho, em estreita colaboração com a autarquia de Amares. Manuel Moreira revelou ao jornal ‘Terras do Homem’ que a nova ponte terá um valor a rondar um milhão de euros e “esperamos que daqui a um ano já esteja a funcionar ou pelo menos a ser construída”.

A nova ponte fica a cerca de 200 metros a montante da atual. Portanto, o acesso será, praticamente, igual ao atual. “Irão ser feitos os acessos a partir da atual estrada para a nova ponte, mas o percurso será, praticamente igual”.

Também será um pouco mais larga que a atual para aumentar a segurança na circulação.

O autarca de Amares revelou ainda que a intenção dos dois Municípios é dividir os custos com a REN e a EDP. “A REN tem uma quantidade enorme de infraestruturas a passar pelo nosso concelho sem que paguem por isso. Numa reunião propusemos que comparticipassem na construção da nova ponte e ficou, praticamente, acertado a sua participação”.

Quanto à EDP, apesar do assunto ter já sido falado, “houve abertura, mas o processo está mais atrasado”. Manuel Moreira lembra que “foi a abertura de uma barragem que provocou muitos dos estragos sofridos pela Ponte do Bôco” e que levou ao seu encerramento.

Portanto, caso os custos sejam repartidos pelas quatro entidades, deverá calhar 250 mil euros a cada uma como comparticipação pela construção da nova infraestrutura.

Ponte do Bôco

A encerrada Ponte do Bôco passará a pedonal e interdita a todos os veículos com motores. Segundo o projeto consultado pelo ‘Terras do Homem’ a nova infraestrutura ficará enquadrada com a antiga ponte.

A ponte do Bôco é a mais antiga ponte em betão armado do país, está fechada a todo o trânsito automóvel por razões de segurança.

A ponte sobre o rio Cávado foi construída entre 1908 e 1909 e faz a ligação entre o lugar de Aldeia, freguesia de Parada do Bouro, concelho de Vieira do Minho, e o lugar de Dornas, freguesia de Bouro (Santa Maria), concelho de Amares.

A ponte tem um tabuleiro de 33 metros de comprimento e apenas uma faixa de rodagem.

Vieira do Minho proibido fazer Queimas e Queimadas

Em nota enviada à nossa redacção o Município de Vieira do Minho refere que, as Queimas e Queimadas estão proibidas de 1 de Julho a 30 de Setembro de 2020, em função da entrada no designado Período Crítico.

Em 2020, o Período Crítico vigora de  1 de Julho  a 30 de Setembro, podendo a sua duração ser alterada, em situações excepcionais, por despacho do membro do governo responsável pela área das florestas. (Lei n.º 76/2017, de 17 de Agosto, artigo 2.º-A).

Assim sendo, durante o período crítico existe um conjunto de proibições, que devem ser respeitadas:
– é estritamente proibido realizar queimadas para renovação de pastagem ou eliminação de restolho, bem como o uso do fogo nos espaços rurais e florestais para a queima de resíduos agrícolas e florestais;
– é igualmente proibido o uso de fogareiros e grelhadores, salvo se usados nos locais autorizados;
– é proibido fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais;
– é proibido o lançamento de balões de mecha acesa e de foguetes e o uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da Câmara Municipal;
– é proibido fumigar ou desinfestar em apiários excepto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas;
– é obrigatório usar de dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa e nos veículos de transporte pesados e 1 ou 2 extintores de 6 kg,  consoante o  peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.

Quem desrespeitar estas restrições, pode incorrer em contra-ordenação, cuja coima pode ir de 140 a 5.000 euros, para pessoas singulares, e de 800 até 60.000 euros para pessoas colectivas. Em caso de originar um incêndio, pode incorrer em crime de incêndio florestal (Lei n.º 56/2011, 15 de Novembro).

Vieira Vigia + Voluntariado Jovem Para a Natureza e Floresta, inscrições abertas

No âmbito das suas acções de apoio à juventude, a Câmara Municipal de Vieira do Minho em estreita colaboração com a APOSC promovem pelo terceiro ano consecutivo o Programa Vieira Vigia + Voluntariado Jovem para a Natureza e Florestas.

Neste sentido, a autarquia informa que se encontram abertas as candidaturas para o Programa Jovem Voluntário, cujo objectivo é incentivar as acções de voluntariado através do apoio a jovens do Concelho.

Podem candidatar-se ao programa  os jovens com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos de idade inclusive, mediante formalização de candidatura nos serviços de acção Social da Câmara Municipal de Vieira do Minho.

Os jovens seleccionados irão desenvolver acções de voluntariado tais como: sensibilização da população para a preservação da natureza, florestas e respectivos ecossistemas; inventariação e monitorização de espécies animais e vegetais em risco; inventariação, sinalização e manutenção de caminhos florestais e acessos a pontos de água; actividades de reflorestação; actividades controlo de espécies invasoras; vigilância móvel, a pé ou de bicicleta, nas áreas definidas pelas entidades locais de coordenação; vigilância fixa nos postos de vigia; inventariação de áreas necessitadas de limpeza e limpeza e manutenção de parques de lazer, entre outras.

Os jovens ficam obrigados à prestação de 5 horas diárias, entre as 9h00 e 21h00, incluindo sábados, domingos e feriados, recebendo por isso um subsídio no valor de 200 euros, por projecto.

De referir ainda que este programa é promovido pelo IPDJ e conta com o apoio das Juntas de Freguesia do Concelho e dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho.

Diretora Regional do ICNF visitou Vieira do Minho

A diretora regional do Norte do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Sandra Sarmento, deslocou-se hoje, dia 24 de junho, a Vieira do Minho, para uma reunião de trabalho com o presidente do Município, António Cardoso.

Esta visita de trabalho teve como intuito avaliar os trabalhos em curso no âmbito do Plano de Gestão Florestal que o Município tem desenvolvido nos últimos anos, em colaboração com o ICNF e com a Associação para o Ordenamento da Serra da Cabreira.

Nesta reunião foram ainda definidas um conjunto de ações a implementar no território florestal, que irão permitir a valorização da Serra da Cabreira e dos seus recursos.

Esta deslocação da Diretora Regional do ICNF a Vieira do Minho, permitiu uma visita ao Parque Florestal, onde estão a decorrer os trabalhos de recuperação e beneficiação de todo o espaço, e ainda ao Miradouro da Serradela e a Turio.

Recorde-se que uma das prioridades do Executivo Municipal é a aposta na área florestal, através da implementação de um projeto de organização, coordenação e gestão de ações de Defesa da Floresta Contra Incêndios de âmbito geográfico municipal.

Nos últimos anos foram submetidas e executadas várias candidaturas a projetos de investimento (criação de equipas de sapadores florestais, realização de ações de fogo controlado, limpeza de povoamentos, limpeza de linhas de água, arborizações e manutenção de rede viária) abrangendo uma área superior a 2.000 ha de espaços florestais.

O Município tem, ainda, apostado numa relação de proximidade com as juntas de freguesia, os conselhos diretivos de baldios, os caçadores e os pastores, com o objetivo de proteger, valorizar e potenciar os recursos naturais do concelho. A constituição, durante os meses de verão, das equipas de prevenção e vigilância dos incêndios florestais em todas as freguesias do concelho é um desses exemplos.

Vieira do Minho vai ter um Centro de BTT

Vieira do Minho vai ter um Centro de BTT, localizado no Parque de Campismo, enquadrado num ambiente natural paradisíaco, terá uma instalação de apoio, dotada de duas áreas, para que os praticantes da modalidade possam usufruir de alguns equipamentos, como balneários e uma zona de para guardar as bicicletas.

O Centro de BTT de Vieira do Minho terá 5 percursos, devidamente sinalizados, com diferentes níveis de dificuldade, homologados pela Federação Portuguesa de Ciclismo.

Este Centro integra uma rede de equipamentos municipais vocacionados para a preservação e promoção da identidade local, receção e apoio aos visitantes de Vieira do Minho.

Será a partir desse edifício de apoio que as pessoas irão começar ou terminar a sua aventura, nos diversos percursos definidos.

Falar D´Aqui | 7 Junho | União Freguesias Anjos\Vilarchão

Em destaque no Falar D’Aqui de domingo dia 7 de Junho, a união de freguesias Anjos Vilarchão.

Convidados Vítor Costa Presidente da Junta e Franquelim Ribeiro, falaram da actualidade da freguesia na situação de emergência sanitária, as actividades económicas, o turismo a gestão dos baldios e a análise da actuação da autarquia de Anjos/Vilarchão

Radio Alto Ave · Falar D´Aqui – União Freg.Anjos\Vilarchão 7 de Junho 2020

Bombeiros de Vieira do Minho com nova direcção(audio)

Encerraram às 18 horas deste sábado, 6 junho, as urnas para as eleições dos corpos sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho para o próximo triénio- 2020/2022. Votaram 32 dos associados com direito a voto.

Carlos Alberto Leite Branco que encabeçou a única lista concorrente foi eleito Presidente da Direcção e após o acto eleitoral, em declarações à Rádio Alto Ave, resumiu as principais prioridades para o mandato.

Queixa do PS de Vieira do Minho contra o actual Executivo arquivada

O Juiz de instrução da Comarca de Braga, proferiu no dia 5 de Junho o despacho de não pronúncia sobre o caso que imputava ao presidente da Câmara de Vieira do Minho e a dois vereadores do crime de prevaricação e de abuso de poder, depois de uma queixa apresentada pelo ex-presidente de Câmara do Partido Socialista e da secção local, Jorge Dantas.

Recorde-se que o Ministério Público deduziu acusação contra o presidente do município António Cardoso, os vereadores Afonso Barroso, Paulo Miranda e a irmã deste, imputando a todos eles a prática de um crime de prevaricação e de um crime de abuso de poder, aquando do processo de internalização da ex-funcionária da Empresa Municipal EPMAR.

Anteriormente, o Tribunal Fiscal e Administrativo de Braga entendeu que o processo cumpria com a legislação aplicável, tendo o mesmo sido arquivado.

Agora, o Tribunal Judicial de Braga entendeu, igualmente, que não há indícios da prática de qualquer crime, decidindo pelo arquivamento do processo.

Os visados ponderam agora apresentar queixa contra o ex-autarca, Jorge Dantas, pelo facto de este não ter permitido que a referida funcionária usasse dos seus direitos de internalização, tal como a lei lhe conferia.

O Vieirense Zacarias Lameiras foi eleito presidente de um Clube Francês

Zacarias Lameiras foi eleito em assembleia geral na quinta-feira dia 28 de maio, presidente do clube Le FC 3 VALLEES.

Le FC 3 VALLEES é um clube com mais de 200 atletas, com 2 equipas de seniores uma na terceira divisão e outra na quinta divisão distrital, tem uma equipa na quarta divisão de veteranos, o clube tem equipas desde os 6/7 anos até aos 18 anos.

Le FC 3 VALLEES foi fundado pelo português Alberto Rodrigues em 2002, é um clube que representa três freguesias na região sul de Paris, St. Maurice Montcouronnes, Breux Jouy e Bruyères le Chatel.