É nestes 10 concelhos que a situação da Covid-19 é mais crítica

Paços de Ferreira é o concelho onde a situação é mais crítica, seguido por Lousada. Ainda assim, há nove concelhos que não registaram qualquer caso nos últimos 14 dias.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgou, na segunda-feira, a distribuição geográfica dos casos da Covid-19, uma atualização que já não era feita desde o final de outubro. Porém, agora a métrica é outra: trata-se da distribuição por concelho dos casos confirmados por cada cem mil habitantes e não de valores absolutos da infeção.

Importa ainda sublinhar que estes dados por concelho têm por base a incidência cumulativa a 14 dias, que “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística. Habitualmente é expressa em número de casos por 100.000 habitantes.”, segundo a DGS.

Estes são os 10 concelhos onde a situação é mais crítica:

Paços de Ferreira (3.698 casos por 100 mil habitantes)

Lousada (3.362 casos por 100 mil habitantes)

Vizela (2.653 casos por 100 mil habitantes)

Manteigas (2.627 casos por 100 mil habitantes)

Paredes (2.132 casos por 100 mil habitantes)

Penafiel (2.055 casos por 100 mil habitantes)

Guimarães (1.886 casos por 100 mil habitantes)

Fafe (1.787 casos por 100 mil habitantes)

Santo Tirso (1.782 casos por 100 mil habitantes)

Belmonte (1.766 casos por 100 mil habitantes)

Na segunda-feira à noite, o ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, destacou que está a ser feita uma “abordagem territorial” e que, de momento, “não temos a ideia de um novo confinamento geral, mas não excluímos a possibilidade de ter de fazer algumas restrições suplementares naqueles municípios onde o nível de contágios esteja muito acima”.

Medidas mais restritivas como o recolher obrigatório, no âmbito do Estado de Emergência devido à Covid-19, passaram também na segunda-feira a incluir mais 77 municípios, atualizando para 191 o número total de concelhos com risco elevado de transmissão do novo coronavírus.