Grande Prémio do Minho: Jhonatan Chaves coroado em Castro Laboreiro

O colombiano Jhonatan Chaves (Team Ingenieria de Vías/Monsalud) é o vencedor do 31.º Grande Prémio do Minho, depois de hoje ter sido o oitavo classificado na terceira e última etapa, uma ligação de 105,6 quilómetros entre Melgaço e Castro Laboreiro, ganha pelo chileno Cristobal Ramirez (Arte em Transfer/LPS).

A etapa decisiva foi endurecida desde o começo, com o pelotão a optar por um ritmo elevado, que não permitiu que os corredores interessados no protagonismo de uma fuga tivessem sucesso.

 O encadear de dificuldades deixou treze corredores em cabeça de corrida. Foi esse grupo que abordou na frente a escalada final, de primeira categoria, para Castro Laboreiro. A longa extensão da subida fez com que alguns dos ciclistas mais adiantados perdessem posições, permitindo o aproximar de trepadores vindos de trás.

O camisola amarela, Jhonatan Chaves, esteve sempre atento e controlou as movimentações. Do grupo em cabeça de corrida apenas conseguiu sair Cristobal Ramírez, que começou a etapa com quase dois minutos de atraso para o topo da geral.

O chileno desferiu um forte ataque a 5 quilómetros do final e conseguiu cortar a meta na frente, ao fim de 2h56m46s de corrida. O grupo dos principais candidatos demorou mais 20 segundos, com Thomas Silva (Arte en Transfer/LPS) e João Carvalho (Bairrada) nas posições imediatas.

Jhonatan Chaves assumiu o comando na primeira etapa em linha e nunca mais largou a camisola amarela. Terminou a competição com uma vantagem de 58 segundos sobre João Macedo (Bairrada) e de 1m01s para Daniel Morales (Fundación Lintxu/GD Indarra), segundo e terceiro, respetivamente.

O belga Joran Wyseure (ACROG/Pauwels Sauzen/Balen BC) venceu a classificação por pontos (camisola amarela – Score Tech), André Domingos (Escola de Ciclismo Bruno Neves) conquistou o estatuto de melhor trepador (camisola azul – Arrecadações da Quintã), Fábio Fernandes (Efapel/Escola de Ovar) foi o melhor júnior de primeiro ano (camisola laranja – Cision) e João Silva (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact) destacou-se entre os minhotos (camisola branca – Universidade do Minho). Por equipas venceram os colombianos da Team Ingeniería de Vías/Monsalud.

Destinado ao escalão de juniores e organizado pela Associação de Ciclismo do Minho, em colaboração com a Federação Portuguesa de Ciclismo, o 31º Grande Prémio do Minho contou com um pelotão de cerca centena e meia de ciclistas em representação de 24 equipas, 17 portuguesas, uma belga, uma colombiana e cinco espanholas.

Ciclo do Pão – Uma viagem pela tradição

A tradição voltou a cumprir-se, na freguesia de Campos, com a realização do Ciclo do Pão, uma iniciativa que avivou memórias de uma das mais antigas tradições de que há memória.

Os cerca de 50 participantes tiveram a oportunidade de no Forno Comunitário de Campos conhecer a história da confecção da broa de milho, um processo através do método tradicional que vai desde o amassar a massa até à saída da broa do forno depois de cozida.

Para além da aprendizagem sobre o processo de confecção da broa e sua degustação, a actividade incluiu também uma caminhada a um dos moinhos tradicionais que ainda se encontra em funcionamento.

No final, houve convívio entre os participantes e os habitantes de Campos, com degustação de broa e porco no espeto. A concretização desta iniciativa do Município de Vieira do Minho teve o apoio da Associação para a Preservação da Identidade da Freguesia de Campos.

Ciclo do Pão, uma viagem pela tradição

Sábado, dia 27 de Julho, Vieira regressa à tradição com uma viagem pelo “Ciclo do Pão”.

Neste dia, os turistas vão partir do Posto de Turismo em direção ao Forno Comunitário de Campos para conhecer a história de uma das mais antigas tradições de que há memória, o fabrico do pão.

In loco, os participantes nesta atividade vão poder conhecer algumas curiosidades sobre a origem e a história do pão e manusear alguns dos utensílios associados à sua confeção.

Para além da vertente cultural, esta atividade prima também pela partilha e pelo convívio que gera entre os participantes.

A atividade inicia pelas 14h00, com a receção aos participantes no posto de turismo de Vieira do Minho, rumando depois para a aldeia de Campos , Aldeia de Portugal. Para além da recriação do “ Ciclo do Pão”, o programa integra, ainda uma caminhada ao moinho tradicional da aldeia, prova e degustação da broa confecionada e porco no espeto.

Para além da parte cultural, esta actividade também vai contar com animação musical.

Grande Prémio do Minho em ciclismo em Vieira do Minho

O Grande Prémio do Minho em ciclismo regressa à estrada de 25 a 28 de julho com Melgaço, Guimarães e Vieira do Minho a assumirem um papel de destaque no desenrolar da competição. Destinado ao escalão de juniores e organizado pela Associação de Ciclismo do Minho, em colaboração com a Federação Portuguesa de Ciclismo, o 31º Grande Prémio do Minho será disputado por um pelotão de cerca de centena e meia de ciclistas em representação de 24 equipas, 17 portuguesas, uma belga, uma colombiana e cinco espanholas.

Com o arranque da competição em Melgaço com um contrarrelógio por equipas, a primeira etapa terá início no centro da cidade de Guimarães e terminará em Santo Antonino, na freguesia vimaranense de Mesão Frio. Vieira do Minho, terra de encantos, ao acolher a partida e chegada da segunda etapa será o concelho que ajudará a definir o vencedor da 31ª edição do Grande Prémio do Minho. O pelotão rumará no último dia até Melgaço, o Município mais a Norte de Portugal, para enfrentar um trajeto delineado no “destino de natureza mais radical de Portugal” que terminará em Castro Laboreiro onde no ano passado se assistiu a uma chegada épica do Grande Prémio do Minho.

Passagem em Vieira do Minho

2ª etapa – Sábado, 27 de julho de 2019

Vieira do Minho > Vieira do Minho – 97 km´s

Vieira do Minho – Terra de Encantos

Partida: 13h00 – Avenida Barjona de Freitas (Vieira do Minho)

Chegada: 15h33 – Avenida Barjona de Freitas (Vieira do Minho)

Metas Prémio da Montanha

• Serradela (1ª catª) – Km 43,4 (melhor horário: 14h08) – MM Arrecadações da Quintã

Metas Volantes

• Vieira do Minho (passagem pela meta) – Km 19,3 (melhor horário: 13h30) – MV SCORE Tech

• Vieira do Minho (passagem pela meta) – Km 75,1 (melhor horário: 14h58) – MV SCORE Tech

Falar D´Aqui 14 de Julho – Associações locais

Em destaque no programa Falar D´Aqui de domingo 14 de Julho o Associativismo no concelho de Vieira do Minho a propósito da Feira Mostra de Associativismo que se realiza no próximo fim de semana. Carina Pedro da Associação Desafios, João Gonçalves e Luana Carvalho do Ginásio Clube de Vieira e Narcisa Rodrigues da Associação Patinhas Abandonadas de apoio a animais, falaram da Importância pessoal das organizações, o voluntariado e acção social das Associações no concelho.

Queimas e Queimadas

No âmbito das novas delegações de competências, o Município de Vieira do Minho por intermédio dos seus Serviços Municipais de Protecção Civil, informa que está proibida a realização de qualquer tipo de queima ou queimada durante o período crítico de incêndios.

Mais se informa que o não cumprimento desta determinação será considerado USO De FOGO INTENCIONAL, crime punível com coimas elevadas. O Município de Vieira do Minho apela à compreensão de todos.

Vieirenses vão participar na Taça d’Ouro – Especial Rally Sprint Póvoa de Lanhoso

A Taça d’Ouro – Especial Rally Sprint Póvoa de Lanhoso está de volta! A 2ª edição da Taça D´Ouro, organizada pelo Município da Póvoa de Lanhoso, Clube Automóvel do Minho e Team Baia., realiza-se no dia 06 de Julho de 2019, e será um sábado de espectáculo na Póvoa de Lanhoso.

A Taça d’Ouro – Especial Rally Sprint Póvoa de Lanhoso é uma prova automobilística com características de “Super Especial” ou “Especial Sprint” e desenrolar-se-á no Centro da Vila da Póvoa de Lanhoso.

As inscrições encerraram no dia 1 de Julho. Está ainda prevista a presença de carros de shows do Campeonato de Portugal de Drift.

São 51 as equipas que vão estar presentes nesta edição da Taça d´Ouro na Póvoa de Lanhoso, sendo 3 oriundas do Concelho de Vieira do Minho:

Ricardo Marques\Paulo Marques

Filipe Ferreira\Rui Rocha

António Carvalho\ND

Barquilheres de Vieira do Minho já estão em votação para as “ 7 maravilhas doces de Portugal” Vote – 760 107 127

Já iniciaram as votações públicas para as 7 Maravilhas Doces de Portugal e com elas a possibilidade de colocar os “Barquilheres de Vieira do Minho”, no painel dos melhores doces de Portugal.

 Para eleger os Barquilheres como um dos pré-finalistas nacionais terá de votar neste doce através do número 760 107 127 (Custo de chamada 0,60€ + IVA / válido apenas para números de telefone nacionais).

 A votação para os Barquilheres termina no dia 15 de Agosto, durante o programa a emitir pela RTP, durante todo o dia.

Refira-se que este doce é apadrinhado por Júlio Machado Vaz, um apreciador desta iguaria e um visitante assíduo desta terra.

De salientar, que o doce vieirense é um dos 7 doces que está a representar o distrito de Braga nesta competição que visa eleger os sabores mais representativos de Portugal.

Os Barquilheres são uma especialidade centenária de Vieira do Minho, criada no seio de uma família de agricultores da freguesia de Mosteiro. Estes são preparados à base de produtos tradicionais, com ovos, farinha, açúcar amarelo, canela e limão. A particularidade desta iguaria está no processo de cozedura que, ainda hoje, é feita artesanalmente a fim de garantir uma textura finíssima e estaladiça. Cada Barquilhere é confeccionado à lareira, num recipiente em ferro previamente aquecido e untado com manteiga, e cumprindo as regras de cozedura em lume brando. Depois de cozido e ainda quente, é desenformado e enrolado delicadamente com as mãos de forma a obter um cone. Os Barquilheres podem ser degustados com mel, marmelada ou compotas caseiras. A herdeira da receita orgulha-se desse legado que lhe foi transmitido pela sua mãe, e espera que as gerações vindouras saibam apreciar e perpetuar esta sobremesa genuína e única. Os Barquilheres são muito apreciados pela gente da terra e têm conquistado um lugar proeminente à mesa dos vieirenses e nos eventos da Câmara Municipal.

 Nao se esqueça, já pode votar no nosso Doce.

Programa Jovem Voluntário arrancou em Vieira do Minho

Inseridas no Programa Municipal Jovem Voluntário, arrancaram no dia 1 de julho, as atividades para mais de uma centena e meia de jovens vieirenses, cuja grande maioria se encontra em férias escolares. Estes jovens irão prestar 20 horas semanais de atividade, recebendo como compensação um subsídio mensal de 200 euros. Nesta época de Verão, os jovens irão desenvolver ações nas várias valências do Município (Posto de Turismo, Parque de Campismo, Piscinas Municipais, Casa Museu Adelino Ângelo, Pavilhão Municipal, Biblioteca Municipal, etc), bem como em Instituições e Associações do concelho ou ainda nas Juntas de Freguesia.

No momento de recepção, o presidente do Município de Vieira do Minho, António Cardoso, mostrou-se bastante satisfeito com a forte adesão por parte dos jovens e salientou ainda que “esta medida, para além de permitir a ocupação dos tempos livres, oferece um conjunto de actividades que constituem um espaço de aprendizagem e visam estimular e valorizar a participação dos jovens em projectos do Município e da comunidade”.